Menu

Sífilis Congênita

Para entender melhor a sífilis congênita, recomendamos que o leitor veja primeiro o texto de sífilis.

A OMS calcula que a s√≠filis complique cerca de 1 milh√£o de gesta√ß√Ķes por ano no mundo, causando a morte de mais de 300 mil beb√™s (durante a gravidez ou logo ap√≥s o nascimento).

Sífilis congênita é o nome dado à infecção transmitida de mãe para filho durante o período gestacional ou no momento do parto (transmissão vertical).

A m√£e pode transmitir o treponema ao beb√™ estando ela em qualquer uma das fases da doen√ßa (prim√°ria, secund√°ria, latente ou terci√°ria). Os resultados ao feto podem ser catastr√≥ficos e incluem abortamento, prematuridade e altera√ß√Ķes em diversos sistemas, como veremos adiante.

O CDC (Center for Disease Control) estimou em 1999 que 40% das gesta√ß√Ķes de mulheres com s√≠filis precoce n√£o tratada resultam em aborto espont√Ęneo. 70 a 100% das crian√ßas de gr√°vidas n√£o tratadas nascer√£o com infec√ß√£o cong√™nita. Ao contr√°rio, gestantes diagnosticadas e tratadas adequadamente t√™m chance m√≠nima de transmiss√£o ao beb√™.

 

Quadro clínico

A maioria dos beb√™s com s√≠filis cong√™nita nasce sem sintomas, por√©m, os mesmos surgem no 1o ou 2o m√™s de vida. Os mais comuns s√£o: hepatomegalia (f√≠gado aumentado), icter√≠cia (colora√ß√£o amarelada nos olhos e pele), corrimento nasal, manchas na pele, linfadenopatia (‚Äú√≠nguas‚ÄĚ) por todo o corpo e altera√ß√Ķes nos ossos. Tanto a secre√ß√£o nasal quanto as les√Ķes de pele cont√™m treponemas, por isso s√£o infectantes. Podem ocorrer tamb√©m les√Ķes no sistema nervoso (neuross√≠filis).

Ap√≥s os dois anos de idade, a crian√ßa pode desenvolver sintomas da chamada s√≠filis cong√™nita tardia. Algumas manifesta√ß√Ķes podem ser evitadas por meio do tratamento da crian√ßa nos primeiros 3 meses de vida, mas outras (les√Ķes oculares e √≥sseas) podem ocorrer a despeito disso. Veja algumas altera√ß√Ķes da s√≠filis cong√™nita tardia: perda auditiva, dentes de Hutchinson (foto), fissuras pr√≥ximas aos l√°bios e nariz, atraso no desenvolvimento, hidrocefalia, crises convulsivas, comprometimento intelectual, dentre outras.

                                           

 

Tratamento

Por decis√£o protocolar do Minist√©rio da Sa√ļde, todas as gestantes do Brasil s√£o testadas para s√≠filis em pelo menos 3 momentos: na primeira consulta de pr√©-natal, no in√≠cio do 3o trimestre e no momento do parto. Isso para que sejam prontamente diagnosticadas e tratadas, reduzindo os impactos no beb√™.

O tratamento, tanto da gr√°vida quanto do beb√™, se faz com penicilina. As doses e o tipo de penicilina variam conforme alguns crit√©rios. Lembrando que o tratamento adequado da gr√°vida e do rec√©m-nascido previnem a maioria das complica√ß√Ķes da s√≠filis cong√™nita tardia, mas n√£o todas, da√≠ a import√Ęncia da preven√ß√£o da doen√ßa.

 

Autoria: Tayn√°

Janeiro/2022

Fonte:

Protocolo Cl√≠nico e Diretrizes Terap√™uticas para Aten√ß√£o Integral √†s Pessoas com Infec√ß√Ķes Sexualmente Transmiss√≠veis (IST), Minist√©rio da Sa√ļde, 2020.

Imagens disponíveis em:

<http://www.paediatric-dentistry.com/docs/Dentes%20de%20Hutchinson%20e%20Molar%20de%20Mulberry.pdf>

<https://www.nucleodoconhecimento.com.br/saude/fisiopatologia>

<https://phil.cdc.gov/Details.aspx?pid=2387>

Universidade Federal do Paraná
UFPR – Jandaia do Sul

Rua Jo√£o Maximiano, 426
86900-000 | Jandaia do Sul | PR
direcaoja@ufpr.br
(41)98535-0118

Universidade Federal do Paraná
UFPR – Jandaia do Sul

Rua Jo√£o Maximiano, 426
86900-000 | Jandaia do Sul | PR
direcaoja@ufpr.br
(41)98535-0118


UFPR nas Redes Sociais



Campus Jandaia do Sul nas Redes Sociais


UFPR nas Redes Sociais



Campus Jandaia do Sul nas Redes Sociais